Quando o fim começou (4)

diary

Acho um um pouco insuportável ter que explicar para uma pessoa uma coisa tão óbvia. Não significa não. Não existe nenhum outro significado. Criei coragem, deixei de lado todas as minhas preocupações bestas e terminei com o meu namorado. Ex-namorado. Ele não está aceitando muito bem.

Ele disse que ia mudar. Eu disse que não acreditava. Ele me pediu uma segunda chance. Eu disse que não acreditava mais em segundas chances, sem contar que ele já tinha esgotado todas as chances possíveis comigo. Depois ele começou a ser um pouco agressivo. Disse que eu estava terminando porque queria arrumar outros homens. Disse que eu não seria capaz de arrumar uma pessoa tão incrível como ele. Disse que ele me aguentou durante muito tempo porque ele é demais e eu sou uma negação.

Ele me perguntou como eu tinha coragem de jogar fora tudo que tivemos. Como eu tinha coragem de me desfazer de um homem que foi tão maravilhoso comigo. Como eu podia fazer isso. Como? Por quê?

Porque eu estou cansada de “só te beijo quando eu quiser/estiver com vontade” e “só te mando mensagens quando eu quiser”, como se eu tivesse que batalhar para ser reconhecida e ganhar um prêmio. Estou cansada de ficar sempre em segundo plano, ser a segunda opção, ser uma escolha quando nada mais deu certo. Porque não aceito que um homem mande em mim e tente me controlar. Não aceito que alguém se ache capaz de julgar o que é o melhor para mim. Não sou obrigada a ficar com uma pessoa que não me faz bem. Eu não tenho que aceitar nada que eu não ache bom.

Não acredito que ele vá me deixar em paz tão cedo. Ele acredita que ninguém pode dispensá-lo assim. Ele nunca pensou que isso aconteceria, porque ele achava me tinha em suas mãos. O que ele não sabia é que ninguém me controla e me obriga a tomar decisões que eu não quero.

Pela primeira vez desde o começo desse relacionamento estou me sentindo confiante com a minha decisão. E vou com ela até o fim.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Quando o fim começou (4)

  1. Nossa, Rovs… Isso não é obra de ficção, é? o_O
    Sempre fico meio aturdida quando leio coisas desse tipo… Quando vejo relacionamentos de amigos se desfazendo. Me dá um aperto no peito.
    Por tudo o que vc escreveu, vc está certa na sua decisão. Antes só do que mal acompanhada, já dizia minha avó.
    Beijo e fica bem.

    • Nossa, Ly, só vi o seu comentário agora.
      Isso já passou tem tempo. Não foi entre amigos. Mas já está tudo bem. Agora só escrevo pra colocar pra fora mesmo. Mesmo essas coisas que não têm mais importância precisam ir embora, né?

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s